Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Discurso com gosto de "franguinho caipira com quiabo"


Que o deputado estadual Éber Machado (PSDC) adora um “franguinho caipira com quiabo”, não é segredo para ninguém. Quem não gosta? Agora achar que estar abafando com esse discurso escorregadio e cheio de vaselina, é brincadeira, está enganando a si próprio.

E não precisa ser nenhum estudioso em ciências políticas para fazer essa análise. Vejamos bem. Ao mesmo tempo em que prega, em tom mais duro, uma frente alternativa, escorrega quando diz que vai apresentar a candidatura à vice de Marcus Alexandre em 2016.

Ao mesmo tempo em que afirma: “nós vamos defender uma nova política, nós queremos dizer um não às políticas dotadas pelo PT dentro da FPA”, deixa claro sua paixão pelo prefeito Marcus Alexandre.

E o Marcus Alexandre não é do PT?
O que há de novo Éber Machado?

Ora, está mais do que claro que Éber Machado prefere dar um chute no saco, uma porrada na cara de seus eleitores que magoar o governador Sebastião Viana. Se realmente quisesse fazer política nova, como esbraveja, sairia em definitivo da desgastada Frente Popular.

Se quisesse realmente perturbar a ordem no Palácio Rio Branco, Éber poderia começar pedindo a abertura da Caixa Preta do parlamento que ele é vice-presidente. Pra mim isso é discurso de “seca no roçado” – já que por aqui não temos sertão – choro de quem deseja barganhar algo. Logo que a chuva chegar, tudo se acalma.

Adaptando o disse Caio Abreu, já é quase novembro, a ventania de primavera levando para longe os últimos maus espíritos do verão.




Nenhum comentário: