Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade.

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Mortadela e guaraná



O ano de 2014 começa mal. Mais uma vez temos o governo federal comemorando o aumento ridículo do salário mínimo de R$ 724.

Esse valor corresponde, mais ou menos, ao que ganha, por dia, um ministro qualquer em Brasília. É menor do que o que ganha por dia o governador Sebastião Viana R$ 844. O salário do governador do Acre está entre os seis maiores do Brasil, corresponde a R$ 25.323,51.

Que vergonha.
E pensar que é do Congresso Nacional de onde saem as principais decisões desse pais! E pensar nos investimentos bilionários feitos com a Copa do Mundo. Nos ralos de dinheiro público.

Enquanto isso, indiferentes a tudo e a todos, os políticos passeiam pelas praias desse país que ainda assim é chamado de maravilhoso e a partir de fevereiro, voltarão pelos corredores do Congresso fartando-se de caviar regado a champanhe, já que o povão se contenta com mortadela e guaraná.

Como diz Zé Ramalho:
É o Brasil

Nenhum comentário: