Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Seja bem vinda Chayane



Esses dias têm sido sem tempo nem mesmo para mim. Mas não poderia deixar de escrever duas linhas para ela: Chayane Barros Carioca.

Ela desembarcou na noite de ontem, vem de mais uma etapa da caminhada pela vida aprendendo, levando, deixando, amando, cantando, sorrindo, sofrendo, vencendo. É mais um exemplo dessa família maravilhosa.

Em Goiânia, muitas vezes sozinha, tem sempre o sorriso aberto. Está longe, mas sempre por perto, as vezes muito mais do que quem mora pertinho, que finge ser vizinho.

Será nossa futura nutricionista, mas ainda vive com a poesia nas pontas dos dedos que agora tocam violão. Seja bem vinda Chayane com sua alma sem maldade. Nossa família te acolhe de braços abertos e cheios de esperanças.


Aproveite o arvoredo e saiba que: se as flores quiserem murchar é só todo dia aguar!

Nenhum comentário: