Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Trocando o vermelho pelo branco


O Natal se foi, é hora de refletirmos sobre nossas falhas, e varrer tudo o que não deu certo em nossas vidas este ano. É o famoso ciclo.

E por falar em ciclo da vida, quem nunca mudou com o tempo?
Acho natural que aos poucos a gente vá deixando de escutar certas músicas, de usar certas roupas, até de falar com certas pessoas. Mudar faz parte desse ciclo, embora a essência seja sempre a mesma.

Mestre Irineu chama o tempo para lhe ensinar. E eu acredito que o tempo é mesmo um grande professor, capaz de nos mostrar todas as faces. Nós somos pilotos de nossa própria história, por isso, não é admissível sabotar nossas chances.

Afinal, a vida é ação, é movimento constante, assim como a água, não pode ficar parada. Os sonhos, as vontades, as idealizações, estão ai, batendo em nossa porta.

Espírito de mudança, essa é a palavra. Abrir a janela no início do dia, contemplar o sol e agradecer a Deus por mais um dia que ele está lhe dando para tentar mais uma vez ser feliz. Esse é o verbo.

A gente ensaia esse samba o ano inteiro não é mesmo?
Que venha, portanto 2015, o carnaval, o desfile da Portela e tudo que a natureza pintar nesse jeito colorido de viver.

Se vai chover, se o rio vai encher, o que importa é aproveitar essa chuva pra lavar toda a sujeira, e no fim, aguardar o belo arco-íris que irá sair.

Olhe para você e cuide de você. Você sabe o quanto pode fazer alguém feliz, então se não der certo, quem perdeu não foi você.


Acorde pra vida..

Nenhum comentário: